Rio de Janeiro - Parques e jardins para te conectar com a natureza

Estamos vivendo momentos que nunca imaginamos viver, nem em pesadelo né? Aos poucos estamos saindo e queremos cada vez mais nos conectar com a natureza, parece que o que mais sentimos foi a ausência desse contato e de ver quem amamos.


Que tal uma lista de lugares ao ar livre para curtir?

O Rio de Janeiro é uma cidade cheia de encanto e maravilhas, com muitos passeios além das Praias tão conhecidas e queridas por todos. Temos muitos parques e jardins gratuitos ou com custo baixo, para serem explorados.

Jardim Botânico



É um instituto de pesquisas e jardim botânico localizado no bairro do Jardim Botânico e uma das mais belas e bem preservadas áreas da Cidade. Impossível não se encantar com a diversidade da flora (brasileira e do exterior). São 54 hectares de área com aproximadamente 6500 espécies da flora. As palmeiras imperais fascinam até mesmo quando passamos em frente ao Jardim. 

Um lugar fantástico, depois que entramos nem parece que estamos na cidade. Uma ótima opção de passeio para a Família toda. Ele é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, devido a grande importância histórica, cultural e científica, a área foi definida pela UNESCO como parte da reserva da biosfera da mata atlântica. Ele reabriu ao público no dia 9 de julho, mas para visitar é necessário agendar dia e horário. O agendamento deve ser feito pelo sistema disponível clique aqui .

Localização: Rua Jardim Botânico, 1008 - Jardim Botânico 
Horário de visitação: segundas-feiras, das 12h às 17h, e de terça a domingo, das 8h às 17h. 
Valor entrada: Pagamento somente em dinheiro - R$15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia entrada)
Telefone: (21) 3874-1808 / 3874-1214.

Parque Lage



O bairro Jardim Botânico é mesmo um privilegiado, o Parque Lage assim como o Jardim Botânico, também está localizado no bairro. O parque fica "aos pés" do morro do Corcovado. Possui uma área com mais de 52 hectares e foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em 14 de junho de 1957, como patrimônio histórico e cultural da cidade do Rio de Janeiro. 

A Escola de Artes Visuais funciona no palacete dentro do parque, além das aulas ministradas lá, é possível tomar café da manhã nesse ambiente lindo e aconchegante. Todo parque é muito lindo e bem cuidado, mas o jardim de frente ao palacete é meu xodó, acho encantador. 

Localização: Rua Jardim Botânico, 414 - Jardim Botânico 
Horário de visitação: diariamente de 08 às 17h
Valor entrada: Gratuito, paga-se somente o estacionamento (R$7,00 período único) 

Pista Cláudio Coutinho



Um passeio tranquilo, com um plano de fundo formado pelo Pão de Açúcar, o Morro da Urca e o Corcovado com o Cristo Redentor, precisa de algo mais? Antes de chegar à Pista, é preciso passar pela Praia Vermelha, pouco conhecida pelos turistas, o toque vintage proporcionado pelas esculturas encontradas ao longo da orla são fascinantes. Já no início da trilha, o som será apenas do mar, canto dos passarinhos e barulho dos miquinhos, possui uma vegetação bem preservada e animais que vivem calmamente. 

Para chegar até a Pista Claudio Coutinho, você deve seguir rumo à Praia Vermelha ou ao ponto onde se embarca para o Pão de Açúcar. Curtir a praia ou subir no bondinho também podem ser ótimas opções, mas o que fizemos foi uma leve caminhada de fim de tarde. O acesso à trilha é feito pela Praia Vermelha (Urca). É só seguir reto até o final da praia que à esquerda já é possível ver a pista Claudio Coutinho. Passeio indicado para todas as idades

Localização: Praça General Tibúrcio, S/N - Urca
Horário de visitação: das 08h às 18h
Valor entrada: Gratuito

Bosque da Barra



É um parque municipal com áreas de lazer e passeio, tendo também a função de reserva ecológica, onde estão preservadas a vegetação natural das áreas originais da Barra da Tijuca e animais que originalmente habitavam o local. 

Caminhar e passear pelo bosque nos proporciona momentos de lazer, contato com a natureza e é também um aprendizado sobre a natureza original do local. É fácil caminhar pelas vias de terra ou saibro, apenas demarcadas e propositalmente, mas não pavimentadas. 

O parque é praticamente plano, e as vielas são envoltas de vegetação em todos ao longo de todos os trajetos. A vegetação é composta de arbustos e árvores predominantemente de caule fino com muitos emaranhados e cipós. É uma vegetação típica de restinga e mangue, vegetação está que predominava originalmente na Barra da Tijuca, área de baixada próxima ao mar, com muitas lagoas, alagados e rios. Partes desta vegetação em sua aparência atual, talvez possa ser também chamada de mangue seco, por que muitas de suas partes não estão mais constantemente banhadas pela água. Local maravilhoso para fazer picnic. 

Localização: Avenida das Américas, 6.000 - Barra da Tijuca 
Horário de visitação: das 07h às 17h
Valor entrada: Gratuito

Parque Chico Mendes



Situado em área de restinga, na planície arenosa da Baixada de Jacarepaguá, o Parque foi criado com o objetivo de preservar a Lagoinha das Tachas e seu entorno, local de ocorrência de espécies de fauna e flora consideradas raras e ameaçadas de extinção. A manutenção das condições naturais do Parque permite a sobrevivência do Jacaré-de-papo-amarelo um dos principais moradores do local. 

Em 1989 através do Decreto Municipal 8.452 foi criado o Parque Natural Municipal Chico Mendes nome dado em homenagem ao líder seringueiro do Acre que lutou pela preservação da Floresta Amazônica. À partir de sua criação, o Parque Chico Mendes vem sendo beneficiado pela recuperação de sua flora com o plantio de mudas de árvores nativas da restinga e de Mata Atlântica. 

A administração do Parque está à cargo da Fundação RIOZOO e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, ambos ligados à Prefeitura do Rio. A área do Parque é de 40 hectares onde o visitante tem acesso a quase cinco quilômetros de trilhas, espaço para lazer e educação ambiental. 

Localização: Avenida Jarbas de Carvalho, 679, no Pontal de Sernambetiba - Barra da Tijuca 
Horário de visitação: das 07h30 às 16h (terça a domingo) e visitas guiadas em dois horários 10h e 14h (terça a sexta) 
Valor entrada: Gratuito

Quinta da boa Vista



A Quinta da Boa Vista é um parque municipal localizado na Zona Norte (Rio de Janeiro) Constitui-se atualmente em um complexo paisagístico público de grande valor. 

Nas dependências da Quinta localiza-se o Museu Nacional de Arqueologia e Antropologia, instalado no local do Paço da Imperial Quinta de São Cristóvão (também chamado cronologicamente de Paço de São Cristóvão (1803-1809), Palácio Real (1810-1821),Palácio Imperial (1822-1889) e atualmente também como Palácio de São Cristóvão estilo neoclássico 

Localização: Avenida Pedro II, s/n - São Cristóvão 
Horário de visitação: das 08h às 20h

Pedra do telegrafo 



A Pedra do Telégrafo fica em Barra de Guaratiba, na área do Parque Estadual da Pedra Branca. A pedra é chamada assim pelo fato de ter sediado um posto avançado de rádio, durante a Segunda Guerra Mundial, para prevenção de ataques às embarcações brasileiras.

Partindo da Barra da Tijuca (se tiver em outro ponto vá até a Barra da Tijuca), pegue a Avenida das Américas e siga até o final do Recreio dos Bandeirantes, atravesse o túnel da grota funda e pegue a segunda saída após o túnel (está sinalizada a saída), seguindo a Estrada Burle Marx até o Centro de Barra de Guaratiba

O caminho mais lindo sem dúvida é pela praia, passando pela Praia da Reserva, Praia do Recreio, Praia da Macumba, Praia do Abricó, Praia de Grumari, mas se for final de semana esqueça esse caminho, pois fica bem confuso por conta das praias, talvez escolha voltar por ele (fizemos isso).

Cuidado aonde estacionar, assim como no dia que fomos na Casa do Remo, estacionamos na Estrada da Vendinha (uma ladeira - primeira a esquerda após a Casa do Remo).

Sítio Roberto Burle Marx



O sítio é um IMENSO jardim, ficamos sem saber para onde olhar diante de tanta beleza e as informações da guia ajudava ainda mais a entender todas as espécies e composições que víamos. 

Burle Marx viveu desde 1973 até o seu falecimento em 1994, em 1985 o arquiteto e paisagista doou a propriedade ao IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, com o intuito de preservar suas experiências. Após sua morte, a residência transformou-se no Museu/casa de Burle Marx, aberta desde 1999.

É possível visitar ambientes originais, objetos de uso pessoal e objetos de arte e artesanato adquiridos em viagens e os criados por ele, que além de paisagista era pintor, desenhista, escultor e designer. Em 2000, a propriedade foi tombada integralmente.

Localização: Estrada Roberto Burle Marx, 2019 - Barra de Guaratiba
Horário de visitação: as visitas precisam ser agendadas - site 
Valor entrada: R$10,00 inteira e R$5,00 meia

Pedra do pontal



É uma pequena ilha que fica entre a Praia do Recreio dos Bandeirantes e a Praia da Macumba. É ligada ao continente por uma estreita faixa de areia que desaparece quando a maré está alta. A trilha é curta e leve.


Dicas e informações da Pedra do Pontal
Tempo médio de caminhada: 30 min
Grau de dificuldade: leve
Horário: fomos pela manhã e foi ótimo (devido ao calor e pela faixa de areia que não estava submersa).
Endereço: Posto 12 da Praia do Recreio

Pantanal Carioca



A Barra da Tijuca tem um complexo lagunar maravilhoso e com preciosidades escondidas nomeada de "Pantanal Carioca", a diversidade e beleza da fauna e flora do local é um encanto. A maioria das pessoas associam a Barra da Tijuca as suas praias maravilhosas e seus shopping enormes e maravilhosos, mas não conhecem esse paraíso que amamos.

As informações completas você encontra aqui: Passeio no Pantanal Carioca

Confira a nossa lista de Top 10 Passeios gratuitos na Cidade Maravilhosa.

Assim como no Rio de Janeiro, temos parques e jardins maravilhosos pelo Brasil e pelo Mundo, que estão com todas as medidas de segurança necessárias.


Conheça outros Parques e Jardins Por aí 

Esse post faz parte do Projeto Parques em Família, do Portal Famílias que Viajam, que conta com a participação de outras Famílias que amam passear, viajar e compartilhar suas experiências.

Que tal conhecer outros lugares parques naturais e divertidos pelo pelo mundo e que estão aptos a nos receber com todos os cuidados e medidas de segurança contra o Covid-19?

A Deyse do blog Expedições em Família nos apresenta os Parques de Natureza em Belo Horizonte para  passear em Família. Saímos de "Beagá" direto para São José dos Campos na mochila ou na mala da Cintia do Entre Mochilas e Malinhas para conhecer os Parques em São José dos Campos, a nossa viagens ainda está no início e descendo um pouco mais chegamos em Curitiba e vamos descobrir Qual melhor parque de Curitiba?  com a Ana do Ases a Bordo. 

Já imaginou ter um zoo para chamar de seu? A Família do Viajar com filhos nos apresenta O maior zoológico particular do Brasil

Os parques divertidos também já estão preparados com todos os cuidados, vamos dar uma volta começando pelo centro-oeste do Brasil? a Família dos 6 Viajantes nos conta tudo que precisamos saber para que a viagem até o Hot Park seja perfeita - Hot Park no Rio Quente: o que você precisa saber! e vamos para sul para conhecer os Parques com crianças em Santa Catarina. Seguindo mais ao Sul chegamos na Serra Gaúcha onde a Fran do Viagens que sonhamos nos apresenta os Parques em Gramado e Canela.

Prontos para pegar os passaportes para embarcar para Orlando e Paris? Estou amando essa viagem e a nossa próxima parada é em Orlando com a Andreza do Andreza Dica e Indica para saber Como estão os parques de Orlando durante a pandemia, depois iremos direto para Paris com as Amigas viajantes para saber tudo sobre a Disneyland Paris Como está a Disneyland Paris após a reabertura?

Espero que tenham curtido todos esses lugares que estão de braços abertos e protegidos para nos receber.

Caso tenham alguma dúvida e queiram mais detalhes deixe seu comentário que iremos responder.

Façam passeios e viagens conscientes e seguros ;)


Reserve sua viagem usando nossos links parceiro e ajude o Blog
Consulte o booking para encontrar sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opção de cancelamento gratuito e sem pagamento antecipado.

Não deixe de viajar com segurança, na Real seguro viagem você pode cotar o seguro que caiba no seu bolso, o pagamento pode ser em até 6x sem juros no cartão ou com desconto de 5% no boleto. 

Seguro viagem brasil 320x50
Você também pode solicitar cotação de viagem, enviado e-mail para poraicomospires@gmail.com
Compartilhe esse post:

17 comentários:

  1. Ai Line que post delicioso, me encheu de alegria ver tanta beleza natural no RJ, para além das praias! Preciso me arrepender logo e voltar ao Rio. De todas as suas sugestões de passeio neste contexto pandêmico, eu só conheço o Jardim botânico! Estou louca pra conhecer o Parque da Lage. Amei as suas dicas de Parques e jardins para nos conectar à natureza no RJ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando voltarem me avise que juntamos as Famílias em um passeio bem especial ;)

      Excluir
  2. Quanto lugar legal, só conheço o Jardim Botânico! Fiquei com vontade de ir em todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São lugares muito especiais e maravilhosos para serem explorados

      Excluir
  3. Como adoro o Rio de Janeiro! A seleção de passeios está incrível para este momento que estamos vivendo! Já conheço alguns desses parques e jardins! Fiquei encantada com esse Pantanal Carioca e já quero conhecer.

    ResponderExcluir
  4. Quem mora no Rio de Janeiro é privilegiado com uma natureza e paisagens de tirar o fôlego e maravilhosos parques e jardins para aproveitar em muitos passeios ao ar livre. Só o Jardim Botânico já é um patrimônio nacional, quero muito levar a família um dia.

    ResponderExcluir
  5. Sou apaixonada pelo Parque Lage, acho lindo! O Rio todo é lindo e adorei saber das outras opções de parques, sou doida para tirar essa foto pendurada na Pedra do Telégrafo kkk Post excelente para a gente saber que o Rio tem mais que praias e os pontos turísticos mais conhecidos, como o Cristo e o Pão de Açúcar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Parque Lage é um encanto mesmo. A Pedra do Telégrafo é o máximo kkkk

      Excluir
  6. Eu sou apaixonada por todos só locais que vc listou no seu post. O Rio tem mesmo lindos parques e jardins ne?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sim, e acaba que os turista acabam indo apenas nos da zona sul.

      Excluir
  7. Amei o post! Realmente combina muito com o período atual que estamos vivendo! Eu adoro fazer esse tipo de passeio no Rio, porque me transporta e nem parece que estou na cidade! Conheço quase todos! E nossa! Você foi na Pedra do Telégrafo com as crianças! Que demais!

    ResponderExcluir
  8. Nossa Aline tanto lugar lindo para explorar no rio além das praias, adorei os parques e jardins. Na minha próxima ida ao Rio quero conhecer mais lugares como esses. Fiquei encantada com tanta coisa :)

    ResponderExcluir
  9. Nossa está todo mundo postando sobre parques? Acho que está em alta. Mas Parque realmente é o melhor passeio na pandemia. Aberto espaçoso em contato com a Natureza e geralmente é barato ou gratuito! Adorei o post!

    ResponderExcluir
  10. que post delicioso, adorei ver tanta beleza natural no RJ, uma cidade relamente surpreendente. destes todos eu so conhecia 2 parques, fica na inha lista para aproveitar mais a natureza e conhecer os outros e minha prox visita.

    ResponderExcluir
  11. Adorei conhecer parques diferentes do Rio! E preciso voltar no Parque Laje. Quando fui, na Olimpiada, a Escola de Artes Visuais estava fechada para a Inglaterra, e não puder ver o melhor do local.

    ResponderExcluir