Petrópolis - Catedral de São Pedro de Alcântara

A catedral de São Pedro de Alcântara dá um toque a mais na paisagem de Petrópolis, no início da Avenida Köeller já é possível avistá-la, linda e majestosa. Inclusive indico boas caminhadas pelas ruas de Petrópolis, pois em cada endereço é uma história.


Catedral de São Pedro de Alcântara, Petrópolis
Em uma das pontes da Avenida, onde a Catedral se destaca
Ela foi construídas em estilo neogótico francês. No seu interior destaca-se o Mausoléu onde estão os restos mortais da Família Imperial (dom Pedro II, dona Teresa Cristina, Princesa Isabel e Conde D`Eu, seu primogênito D. Pedro de Alcântara e sua esposa D. Elisabeth) e também podem ser vistas esculturas de Jean Magrou, Bertozzi, vitrais e pinturas de Carlos Oswald. O altar gótico contém relíquias de São Magno, Santa Aurélia e Santa Tecla, trazidas de Roma pelo Cardeal D. Sebastião Leme. As portas principais são lindas e pasmem, pesam 2.400 kg cada.

Catedral de São Pedro de Alcântara, Petrópolis
Estava em obras, mas mesmo assim continua linda
No seu interior existem obras esculpidas em mármore de Carrara, destacando- se a Capela Imperial que está situada à direita na entrada principal da Catedral, em mármore, ônix e bronze onde está o sepulcro com relíquias dos Santos Mártires, São Magno, Santa Aurélia e Santa Thecla.

Catedral de São Pedro de Alcântara, Petrópolis

No local existem pertences e fragmentos de sítios caros a D. Pedro II, como por exemplo a cruz central, que é de granito preto da Tijuca. No centro da capela está a lápide de mármore de Carrara, pesando quase três toneladas, com as estátuas jacentes do Imperador D. Pedro II e Dona Teresa Cristina. Ao fundo, nas laterais, as estátuas jacentes da Princesa Isabel e do Conde D’Eu.

Catedral de São Pedro de Alcântara, Petrópolis
O altar é magnifico
Os vitrais são lindíssimos, verdadeiros tesouros artísticos.
Catedral de São Pedro de Alcântara, Petrópolis
Vitrais
Em frente à Capela Imperial encontra-se o batistério com a pia batismal proveniente da antiga Igreja Matriz (1848). O padroeiro da igreja é São Pedro de Alcântara, venerado como protetor da monarquia, instituído por D. Pedro I como patrono do Império Brasileiro. Sua festa é celebrada no dia 19 de outubro e não deve ser confundida com a de São Pedro Apóstolo, festejado no dia 29 de junho.
Fomos na época do Natal e tinha um lindo presépio 
O padroeiro escolhido para a Catedral foi São Pedro de Alcântara, venerado como protetor da monarquia e que fora instituído como patrono oficial do Império Brasileiro por D. Pedro I. Sua festa é celebrada no dia 19 de outubro e ele não deve ser confundido com São Pedro Apóstolo, festejado no dia 29 de junho.


Visitação: diariamente das 7h30 -17h30 domingo 8h30 as 20h.
Entrada franca
Missa: segunda a sábado 08h, domingo 09h30, 11h30 e 18h30.
Endereço: Rua São Pedro de Alcântara, 60, Centro Histórico
Telefones: (24) 2242-4300

Fique de olho nas promoções do Hotel Urbano  e nas ótimas hospedagens que tem no Booking e dê uma fugidinha com a Família até Petrópolis.

Compartilhe esse post:

Nenhum comentário:

Postar um comentário