Bento Gonçalves - Caminhos de Pedra, uma história pela colonização italiana

A Serra Gaúcha tem lugares que nos transportam para outro tempo, e para mim é assim no Caminhos de Pedra, parece que entro em um livro de contos sobre histórias dos italianos, que passaram por ali e deixaram um pouco de sua herança cultural. Um lugar lindo que nos remete a vida rural italiana, nunca fomos no interior da Itália, mas pelas imagens de filmes e fotos realmente nos remeteu.


Caminhos de Pedra tem 12Km de extensão, o nome caminho pode nos levar a pensar que é algo pequeno, mas é bem grandinho esse caminho e tem muitos lugares para conhecer e imergir na cultura, costumes e gastronomia italiana. Ele é Patrimônio Histórico do Rio Grande do Sul desde 2009 (Lei Estadual 13.177/09). Por concentrar o maior acervo arquitetônico da imigração italiana em meio rural do país e pela preocupação com a preservação do patrimônio histórico material e imaterial, rendeu aos Caminhos de Pedra o qualificativo de ‘museu vivo’.

O roteiro do Caminhos de Pedra oferece cultura, gastronomia e arquitetura em vários pontos de visitação e observação. As centenárias casas de pedra da rota incluem moinhos, cantinas coloniais, casa de massas caseiras, teares, casa de doces e muito mais, as experiências de vida dos imigrantes e seus descendentes, um resgate constante da herança cultural.

Vou compartilhar os passeios que fizemos nos três anos que fomos Caminhos de Pedra

#1 - Casa da Ovelha



Casa da Ovelha, abriga o Parque da Ovelha que fica no coração do Caminhos de Pedra.

A casa foi construída em 1917, ela já sofreu algumas alterações mas conserva a estrutura original em madeira, sobre pedras. Na parte de baixo a lojinha com produtos comestíveis e na parte de cima da casa que acontecem as degustações de queijos e iogurtes maravilhosos e para nossa felicidade não contém lactose (somos duas meninas intolerantes aqui em casa).

Depois da compra ingresso na porta da lojinha, fique de olho no quadro de planejamento as atividades do dia, tem atividade para curtir o dia inteiro, quando fomos apenas almoçamos fora - Na Casa Vanni e depois voltamos para curtir as outras atrações.


Contato: (54)3455-6320 | (54)99952-8252
E-mail: diretorcasadaovelha@gmail.com
Site: www.parquedaovelha.com.br
Endereço: Linha Palmeiro, nº 400
Atendimento: Diariamente

#2 - Casa Vanni Espaço Gastronômico

É uma casa de 1935, a parte de cima de madeira e o porão de pedra, aonde o restaurante está instalado. Vocês devem ter notado que amo arquitetura e essa casa é uma graça. A chef Jerusa estudou na Itália (alguns diplomas/ certificados estão expostos na recepção do restaurante). O cardápio com maravilhas da cozinha italiana te deixa sem saber o que escolher, tudo magnifico.
Tivemos o prazer de vê-la uma das vezes que visitamos e agradecemos por nos servir as maravilhas que tínhamos acabado de comer.



A área externa na parte de trás da casa é linda e adoramos, da primeira vez que fomos ela era mais simples já na segunda vez a infra estrutura estava ótima e era convidativa, estava cheia de pessoas se deliciando com espumantes ou cervejas que adquiríamos ali fora mesmo enquanto aguardávamos a nossa vez no restaurante. 

Endereço: Estrada Caminhos de Pedra, 44
Atendimento: Sextas, Sábados e domingos: 11:30 às 15:30

#3 - Cantina e Casa Strapazzon

Casa totalmente construída em pedra (irregular) por volta de 1880, pelo imigrante Giovanni Strapazzon. Ela ainda possui características das casas de pedra da primeira geração de imigrantes. Com a construção da nova residência, a casa passou a ter funções de cantina.


Você deve ter visto a Casa em algumas novelas e filme, como "O Quatrilho". A guia conta algumas curiosidades sobre as gravações.


No porão o visitante pode degustar e adquirir produtos coloniais como: queijo, salame, copa, vinhos.


Endereço: Linha Palmeiro, s/n
Visitação: diária das 08h às 17h30

#4 - Casa das Cucas Vitiaceri

Vitiaceri casa das Cucas
Foto do site do Vitiaceri

Na primeira vez que estivemos no Caminhos de Pedra não conseguimos conhecê-la e fiquei meio frustrada e quase não conseguimos da segunda vezes porque fomos ver o pôr do sol em Farroupilha atrás do Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio, é um lindo espetáculo da natureza e por isso nos atrasamos a chegamos com a loja fechando, mas tinha cuca saindo do forno e expliquei ao gerente o meu desejo de saborear a cuca e que éramos de longe (rs). Até hoje agradeço ao gerente que nos permitiu entrar e viver essa experiência.


Já na terceira vez dedicamos um tempo maior, pois desejávamos fazer o piquenique. E conseguimos viver essa experiência e colecionar mais um momento fantástico.


#5 - Restaurante Nona Ludia

Ainda precisamos conhecer esse restaurante cheio de história e com uma gastronomia muito elogiada.

A casa onde funciona o restaurante foi construída por volta de 1880 pelo imigrante Giuseppe DallAcqua, a casa foi adquirida pela família Bertarello por volta de 1925 e rebocada em 1930, o que a deixou totalmente descaracterizada por mais de 60 anos. Em 1994 readquiriu sua beleza original ao ser a primeira restaurada pelo Projeto Cultural Caminhos de Pedra. Localizada em uma região privilegiada, rodeada por belezas naturais, atualmente é propriedade de Harry Bertarello. Uma das atrações do espaço é a árvore Maria Mola ou Umbu, situada ao lado da construção.

A pequena gruta formada por suas raízes serviu como abrigo para os primeiros imigrantes que chegaram à região, o que atribui a ela grande valor histórico e atrai a curiosidade de todos.


#6 - Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio


O Santuário fica em Farroupilha, mas é só seguir o Caminhos de Pedra que no final você chega ao Santuário, para você ter uma ideia de proximidade o Santuário fica a 16 minutos da Casa das Cucas Vitiaceri. O Santuário é muito bonito e ver p por do sol de lá vale muito a pena.

As pessoas ficam sentadas no gramado aguardando o astro rei repousar. 



Como chegar no Caminhos de Pedra

A partir de Bento Gonçalves pegue a estrada do barracão e depois a estrada para São Pedro até o início do Caminhos de Pedra. 
Logo ao chegar no Roteiro Caminhos de Pedra você encontrará o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) localizado juntamente ao Posto da Megapetro no Barracão. Dê uma paradinha lá para pegar um mapinha e as informações que necessita antes de começar a visita. 

Horário dos estabelecimentos: geralmente todos os estabelecimentos do roteiro funcionam todos os dias do ano das 9 às 17h30, mas esse horário pode ser alterado.

Abaixo o mapa do Roteiro Turístico Caminho de Pedra, com todos os empreendimentos que contam a história.



Outras atrações interessantes da rota Caminhos de Pedra
Reserve sua viagem usando nossos links parceiro, você não paga não a mais e ainda ajuda o Blog
Consulte o booking para encontrar sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opção de cancelamento gratuito e sem pagamento antecipado.

Não deixe de viajar com segurança, na Real seguro viagem você pode cotar o seguro que caiba no seu bolso, o pagamento pode ser em até 6x sem juros no cartão ou com desconto de 5% no boleto. 
Seguro viagem brasil 320x50
Compartilhe esse post:

4 comentários:

  1. Que especial esse passeio. Estive na região mas não deu tempo de realizá-lo.
    Quero muito fazer este passeio por Bento Gonçalves, fazer o Caminho de Pedra e conhecer a história da colonização italiana na região.

    ResponderExcluir
  2. Estou com muita vontade fazer esse passeio. E Bento Gonçalves será nossa primeira parada para fazer o Caminho de Pedra. Lindas fotos e ótimas dicas. Amei

    ResponderExcluir
  3. Sabrina Albuquerque6 de setembro de 2021 22:38

    Não sabia da existência do Caminho de Pedra, mas já quero fazer esse passeio e conhecer Bento Gonçalves

    ResponderExcluir
  4. Eu estive na região de Bento Gonçalves e suas vinícolas, nesse ano, e fiquei encantada com as histórias da colonização italiana. Porém, não cheguei a percorrer os caminhos de pedra! Muito obrigada pelas dicas!

    ResponderExcluir